Aprenda a Escolher as Metas Certas

Ter metas significa saber o que quer, porque quer, o que fazer para chegar lá, e principalmente o que se ganha com isso. Por isso, precisamos saber se temos metas ou apenas sonhos que dificilmente se realizarão.

Todos nós já ouvimos falar muito do extraordinário potencial do ser humano, de que o homem é poderoso, de que dispõe de forças incalculáveis e que não usa 10% do seu potencial.

Cientistas já disseram que se fosse feita uma cópia de cérebro humano seriam necessárias, pelo menos 10 bilhões de células eletrônicas e a força de mais de um milhão de watts, para fazer essa máquina funcionar. Tudo isto é o homem. Mas, porque existe tanta gente fracassada neste mundo (Lembrando que o fracasso não quer dizer somente falta de dinheiro)?

Uma pesquisa revelou que 90% das pessoas não fazem aquilo que gostam, não têm aquilo que querem e que, de certa forma, são infelizes.

Nas últimas décadas, cientistas do comportamento humano concentraram seus estudos para identificar o que é a diferença que faz diferença. Por que somente algumas pessoas conseguem o sucesso?

Os cientistas concluíram que o sucesso ou o fracasso não acontecem por acaso. Existem razões já definidas pela ciência que explicam isso.

Disseram que muitas pessoas fracassam porque não têm consciência de seu próprio potencial. Outras, até vislumbram o potencial de que dispõe, mas não sabem como dinamizá-lo, como colocá-lo para fora.

Também alertaram de que existe um grande erro curricular na educação tradicional. Vamos para a escola, para a faculdade e aprendemos muitas coisas, mas não aprendemos como funciona nossa mente e nossa forma de pensar. Tudo aquilo que nós temos e vamos ter um dia, é o resultado do funcionamento da nossa mente.

Mas, a grande conclusão que estes cientistas chegaram é que a maioria das pessoas não têm um  plano de vida, ou seja, não sabem o que querem da vida. E terminam dizendo:

“ Toda pessoa que vence na vida tem algo em comum. Ela sabe exatamente o que quer e está disposta a lutar por isso, até as últimas conseqüências”.

O mundo abre passagem para as pessoas que têm metas.

Saber estabelecer metas é uma das maiores dificuldades das pessoas. Muita gente confunde sonhos com metas. É importante sonhar, soltar a imaginação. Mas, se você não se mexe, se você não entra em ação na busca dos seus sonhos, tudo isso não passa de sonhos frágeis.

Quando se vai construir um edifício grande e majestoso, você acha lógico começar a obra sem dispensar tempo suficiente para a elaboração de sua planta e sem nenhum esforço e investimento? Claro que não!

Todo o mundo sabe a importância em planejar cuidadosamente um grande investimento e o papel da planta em uma edificação. Sobre o que é necessário para começar, como desenvolver o projeto e como conseguir o que se quer.

Vamos analisar a respeito de uma planta bem diferente da planta de uma construção. Ela é muito mais importante do que qualquer planta de construção já elaborada até hoje. Trata-se da planta da sua vida. E a partir de agora, pensaremos na sua meta de vida.

Desejar o sucesso, sem estabelecer o que é esse sucesso, é o mesmo que procurar uma agulha no palheiro. É como procurar a agulha sem saber como ela é e, se encontrá-la, não poderá reconhecê-la.

Ninguém imagina uma empresa começar a desenvolver suas atividades sem antes elaborar o planejamento necessário, visando o desenvolvimento futuro.

Todos sabem disso, mas poucos se preocupam em planejar o próprio desenvolvimento. Porém, devemos lembrar que cada um de nós é uma empresa. E que, neste momento, você ocupa o posto de Presidente da sua empresa. Portanto, você é responsável pelo sucesso ou pelo fracasso.

Nos tópicos Como Atingir Suas Metas e “Estratégias Para Prosperidade e Felicidade – Parte 2“, eu mostrei o que é meta, como transformar sonho em meta, como implementá-la, como estabelecê-la e como atingi-la. Agora, eu quero chamar atenção para um detalhe que é muito importante porque muitas pessoas aprendem a estabelecer metas, mas cometem um erro primário e muito comum que faz com que elas desistam e fracassem.  

Robin Sharma, que é um dos autores de maior renome no campo da Gestão e do Desenvolvimento Pessoal nos EUA, costuma sugerir que você não deve correr o risco de escolher uma meta errada e ele trata de dois gêneros de meta:

1) Ego-meta – É a meta do ego, uma meta que você estabelece para poder impressionar as pessoas. Você diz:

“Eu vou comprar aquele carro porque ele vai fazer com que as pessoas me respeitem.”

“Eu vou usar aquele vestido porque ele vai fazer com que as pessoas me admirem.“

“Eu vou a tal lugar somente para mostrar aos outros que eu sou poderosa.”

” Eu vou estar na companhia daquelas pessoas somente para mostrar aos outros que eu sou o cara.”

Esta meta, geralmente, é uma armadilha porque você vai desistir assim que os obstáculos começarem a surgir na sua vida. Então, para evitar que você desista, a Ego-meta é a primeira coisa que você deve excluir.

2) Meta Real – É a meta focada no seu desenvolvimento pessoal, no processo do seu avanço, da sua evolução. É uma meta na qual você se torna uma pessoa melhor.

A meta real não tem nenhuma relação com a ego-meta, por isso você pode fazer coisas que ninguém entende. As pessoas se perguntam porque você está fazendo isso.

Eu não sei qual é a sua meta real, não sei qual é a sua motivação, mas se a sua meta é, por exemplo, escalar o Monte Everest, você vai enfrentar uma série de obstáculos. Para chegar ao topo do Everest, você precisa ultrapassar esses obstáculos. Ninguém vai conseguir avaliar as suas dificuldades.

Geralmente, as pessoas que desistem diante dos obstáculos são pessoas medianas, são pessoas que estão tentando atingir ego-metas e não metas reais, não é a própria meta porque a meta real é intrínseca, ela faz parte de você, você precisa continuar e QUER continuar. Não é uma coisa que você pensa que vai tentar e, se não der certo, você muda. Não! Se você pensa assim, já está previsto que não vai dar certo e você vai mudar. Então, para que ficar preso (a) em ego-metas?

Estabeleça uma meta real, para o seu desenvolvimento, sem se importar com o que as pessoas ao seu redor vão achar porque, geralmente, as pessoas te parabenizam e dizem que isso é muito bom somente depois que você atinge sua meta final, sua meta principal, aquela que é explosiva. Mas para atingir esta meta, você precisa ter várias outras metas menores. Isto é explicado em detalhes no tópico Como Atingir Suas Metas. E ninguém vai ver essas metas menores. As pessoas não vão sequer entender por que você está fazendo aquilo.

É mais ou menos como um corredor de maratona que fica correndo na rua durante 364 dias e ninguém dá importância para ele, mas em um dia por ano, ele está na maior corrida da vida dele e, se ele ganha, as pessoas o aplaudem e o parabenizam. Na verdade, foi sua persistência, sua perseverança, sua superação pessoal, foi uma meta real.

Então, é isso! Esqueça as ego-metas e trate das metas reais. Não compre um carro que vai impressionar os outros, compre um carro que realmente vai dar o que você quer, a emoção, a qualidade de vida…

Esqueça aquele conto da grama do vizinho ser sempre mais bonita que a sua. O seu jardim, é você quem estabelece. Se vai ter flores ou se vai ter frutas, é você quem estabelece. Quando você escolhe plantar flores porque todo mundo planta flores, isto é uma ego-meta. Quando você escolhe plantar um determinado tipo de flor, mesmo que ninguém plante, isto é uma meta de desenvolvimento real, é uma meta intrínseca, ela faz parte de você.

Texto: Gizeli Ribeiro

Créditos:

– Ricardo Rocha – Coach, Palestrante e Consultor, conhecido como Dr. Vendas. Especialista em aumentar as vendas em micro, pequenas, médias e grandes empresas com mais de 10 mil pessoas treinadas.

– Aldo Novak – Coach,  jornalista e conferencista internacional. Premiado como Destaque Educacional do Ano pela ABTD/PR (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento), recebeu o prêmio Cindacta 2000, como melhor conferencista do ano na área aeroespacial. Também foi eleito um dos melhores conferencistas do Congresso Mundial de Marketing e Vendas. Acadêmico eleito para ocupar a 34ª cadeira da Academia Guarulhense de Letras, em 2009. Suas palestras já foram assistidas por mais de 150 mil pessoas no Brasil, Estados Unidos, Peru e outros países da América Latina.

Se você gostou deste Blog, cadastre-se para receber nossas melhores dicas, novidades e sugestões:

Seus dados estão protegidos e não serão fornecidos a terceiros.

Mando-te Boas Vibrações!

LOGOTIPO 002

Anúncios

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s